Museu Quai Branly 🗿

Olá Pessoal, hoje vou levar vocês para conhecerem um museu fantástico e pouco conhecido, se comparar aos demais de Paris, vamos conhecer o Museu Quai Branly, vem comigo!

Eu estive lá em 2016 e adorei, fiquei realmente admirada pela diversidade do acervo, são roupas, instrumentos musicais, armas, objetos indígenas, coisas incríveis mesmo, que eu só veria se fizesse uma viagem pelas tribos asiáticas ou da Oceania e mesmo assim não veria tudo, sobretudo porque existem coisas ali de civilizações perdidas, foi uma viagem esse passeio!

O museu do Quai Branly ou Museu das Artes e Civilizações da África, Ásia, Oceania e Américas, está situado no quai Branly, 7° arrondissement de Paris.

Museu do Quai Branly vem honrando a arte indígena e as civilizações não-ocidentais desde sua inauguração em 2006.

O objetivo do museu é estimular o diálogo intercultural e sublinhar a importância da arte e do patrimônio não-ocidental.

Projeto ambicioso executado por Jacques Chirac e realizado por Jean Nouvel, foi inaugurado em 20 de junho de 2006, é um ambiente contemporâneo, que defende um ambiente verde com luxuosos elementos naturais (incluindo plantas vivas) misturados com elementos de construção moderna, formando um contraste nítido com a agitação da vida parisiense.

Uma parede de vidro de 200m de comprimento (e 12m de altura) marca a entrada do museu a partir do Sena.

Ao longo desta fachada de vidro, o botânico Patrick Blanc criou 800m² de parede viva coberta de plantas que certamente deliciarão os entusiastas botânicos. Há uma variedade surpreendente de vegetação da China, Japão, Estados Unidos e Europa Central.

O acervo do museu constituiu-se a partir de antigas coleções de etnologia do Museu do Homem e do Museu Nacional de Artes da África e da Oceania.

O museu tem uma área de 40.600 e conta com um acervo de 300.000 obras, das quais 3500 em exposição. Até fevereiro de 2009, o museu havia recebido mais de 4.000.000 visitantes.

O museu em si é composto de três seções:

➡️Coleção de instrumentos musicais;

➡️Coleções têxteis – incluindo mais de 25.000 peças

➡️Coleções históricas (ligadas à exploração global e à história do colonialismo francês).

Dentro do museu há grandes reservas abertas aos pesquisadores, uma biblioteca multimídia, salas de aula, salas de conferência e um teatro que se abre para o “anfiteatro verde” no verão.

Espero que consigam ver a grandiosidade desse museu, pois ele é realmente incrível!

Fontes:

➡️https://br.france.fr/pt/onde-ir/artigo/museu-do-quai-branly-jacques-chirac-em-paris

➡️https://www.tudosobreparis.com/museu-quai-branly

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s