Viagem a Alemanha, Áustria, Hungria & Eslováquia 🇩🇪🇦🇹 🇭🇺🇸🇰

Olá Pessoal, tudo bem?

Hoje vou levar vocês pra um passeio comigo pela Alemanha, Áustria, Hungria e Eslováquia, que foi meu destino recentemente!

Era um sonho antigo viajar para a Áustria e Hungria, porém a Eslováquia não foi um sonho, mas uma grata surpresa, já Alemanha eu já fui algumas vezes e sempre gosto, é um país incrível!

Eu fui ao cenário do Filme “A Noviça Rebelde”, conheci mais sobre a cidade e a vida de Mozart, entrei no mundo da Sissi e acreditem, vi o Castelo do Conde Vlad!

Prepare o coração e vem comigo para um Rolé pelo Rio Danúbio! Saí de Paris com destino a Regensburg, na Alemanha, que é uma das cidades mais antigas da Alemanha, é também uma das poucas cidades da Alemanha que foram ocupadas pelo Império Romano.A cidade é muito bonita, é Patrimônio Cultural da UNESCO e tem um comércio bem atrativo.Ficamos lá algumas horas antes de partimos para o próximo destino, Salzburgo, na Áustria.Chegar em Salzburgo foi uma emoção, principalmente porque eu cresci assistindo ao filme “A Noviça Rebelde”, um clássico do cinema, ganhador de 5 oscars e que envolve drama, música, amor, uma pitadinha de comédia, alegrias, tristezas, guerra, patriotismo, mas muita, muita emoção!Eu sempre dizia que queria ir aos locais de gravação, mas infelizmente não foi dessa vez, além de ser difícil visitar todos os locais, eu tive pouco tempo na cidade, e ainda tinha que dividir esse tempo com minha vontade de saber mais sobre a cidade aonde nasceu Mozart, saber mais sobre ele.Resumindo, a cidade respira música, uma mistura de Julie Andrews e Mozart, por onde você anda você vê o licor “Mozart” para vender, muitos souvenirs e o melhor, muita beleza, eu sinceramente espero voltar e passar alguns dias, pois Salzburgo merece!Em Viena eu tive a maior alegria da viagem, eu fiquei encantada com a Capital Austríaca, eu tenho certeza que se tivesse que viver lá, eu viveria muito bem, é uma cidade linda, organizada, convidativa, pessoas educadas, eu adorei verdadeiramente a cidade de Viena!Eu não trocaria Paris por Viena, eu amo as ruas antigas de Paris, os becos, os bistrôs e charme e toda aura parisiense, porém Viena atrai muito, é tudo muito perfeitinho, a cidade foi planejada para ser assim, mas se um dia o destino me levasse a viver lá, eu iria de coração aberto!Lá eu visitei o fabuloso Museu dedicado a Sissi, como era chamada a imperatriz Elizabeth da Áustria, esposa do imperador Francisco José I.Dominando o centro de Viena, o Hofburg é um gigante complexo de edifícios assimétricos que foram construídos ao longo do tempo, somando mais de 240 mil metros quadrados e 2,6 mil aposentos. Por 600 anos, foi a residência dos Habsburgs, soberanos austríacos que reinaram do século 13 até o fim da monarquia, em 1918. A partir de então, tornou-se o centro político da República da Áustria, sediando os escritórios do presidente, ministros e secretários de estado, além de diversos museus. Cerca de 5 mil pessoas trabalham no Hofburg atualmente.O passeio pelo Hofburg permite conhecer os aposentos imperiais, a coleção de prataria da corte e o Museu Sissi, que é sem dúvida o ponto alto do programa.Se preparem para ver esse acervo incrível!Ao visitar o museu, você vê que na verdade, ela foi uma mulher muito infeliz, obcecada pela beleza. Reconhecida como a mulher mais bela de seu tempo, a imperatriz vivia fazendo dietas malucas e gastava duas horas do dia apenas para pentear os cabelos, que chegavam aos seus pés.Teve quatro filhos, sendo que a primeira morreu com apenas dois anos e o seu único filho, que seria o herdeiro do trono, suicidou-se aos 31 anos junto com a amante de 17 anos, após uma vida totalmente desregrada. (Porém hoje em dia não descartam a possibilidade de assassinato)A morte do filho acentuou o estado já depressivo de Sissi, que vivia solitária e avessa às obrigações de imperatriz. Vivia viajando e adotando práticas alimentares cada vez mais agressivas, enquanto o seu marido trabalhava da manhã ao anoitecer, sendo descrito como um verdadeiro workaholic. Sissi não se dava bem com a sogra, a arquiduquesa Sofia, e era mal vista na corte por sua preferência pela Hungria, aonde ela era idolatrada!A infeliz Sissi teve um fim trágico. Em 1898, durante uma viagem a Genebra, na Suíça, um anarquista italiano acertou-a no peito com um fino estilete. Sissi faleceu horas depois. Ao saber da morte da esposa, Francisco José I afirmou: “Vocês não sabem o quanto amei esta mulher”.A emoção realmente tomou conta do meu coração nesse museu, acho que foi o auge da minha viagem, ver os vestidos da Sissi, suas joias, móveis, academia, sua intimidade, foi um aperto no coração, ela sofreu muito, mas felizmente foi muito amada também!Ao final, você pode perder a sensatez em uma fantástica loja de souvenirs, que envolve desde livros, vestidos, globinhos de neve, todo tipo de bugigangas até semi joias, estatuetas e réplicas de Ovos Fabergé. Esse museu nos causou enorme surpresa, não sabíamos que era tão luxuoso e com um acervo tão fantástico, todas nós saímos de lá com a mesma impressão e que ele não deve nada ao Palácio de Versailles.

Em Viena passeamos também pelas ruas, conhecemos a Igreja de São Estevão e fomos ao Jardim do Palacio de Schonbrunn, que foi encantador.Após Viena fomos para Budapeste, na Hungria, uma cidade que eu também tinha muita vontade de conhecer, assim como Praga, na República Tcheca, agora posso dizer que essa região é realmente alucinante, magnífica e vale muito a pena ir!Budapeste foi incrível, uma cidade linda em cada esquina, eu vi o Parlamento em todo seu esplendor e fiz muitas fotos.Vi o Castelo do Conde Vlad, uma maravilha!

Fui ao Castelo de Buda, que tem a melhor vista da cidade e vi uma cidade com uma luz incrível.

A época do outono foi a melhor época para ir, pois a cidade estava mística com suas folhas amarelas no chão, e essa foi também uma emoção a parte!

Após essa cidade maravilhosa fomos para Bratislava, na Eslováquia.Encontrei uma cidade bonita, com seus encantos, mas não tocou meu coração!Passeamos pelas ruas a noite, fomos jantar, conheço a Igreja de Santa Elizabeth (ou Santa Isabel em português), dedicada a Sissi.Após Bratislava voltamos para Paris, eu estava um caquinho, cansada mesmo, pois andei muito nos últimos dias, mas valeu a pena cada passinho!Essa viagem foi feita com uma turma maravilhosa e com a Empresa Portuguesa “Rolé na Europa”, foi delicioso e recomendo a todos!Ao fim dessa viagem eu só posso dar uma dica, visitem o Leste Europeu, além de lindo, eles fazem um esforço enorme para atrair o turismo, e além disso, é um destino barato, se compararmos a outros destinos europeus!

A Áustria não faz parte do Leste, mas é caminho e eu recomendo muito uma visita, você vai se surpreender!

Um forte abraço e até breve!

Vanessa 🌻

Fontes:

https://lugaresinesqueciveis.wordpress.com/2012/07/05/hofburg-e-o-museu-sissi-viena/

2 comentários sobre “Viagem a Alemanha, Áustria, Hungria & Eslováquia 🇩🇪🇦🇹 🇭🇺🇸🇰

  1. Nancy

    Uma viagem realmente fantástica! Também adoro Viena!
    Se tivesse que escolher entre viver em Paris ou Viena, apesar de amar Paris, certamente escolheria Viena.
    Que bom que você conheceu a Saint Peterskirsche, a igreja mais linda de Viena, na minha opinião. Há dois shows nela, diariamente.
    Budapeste também encanta…
    Só lamento não termos nos encontrado em nenhuma delas.
    Quem sabe na próxima?
    Beijos! Adoro seu Blog!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Nancy Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s