Museu do Louvre recupera peças roubadas há 40 anos

Bonjour mês amis, ça va bien?   

Hoje vou contar para vocês uma história tensa, mas com final feliz! 
Não foi a primeira vez que uma obra de arte foi roubada de um museu, já aconteceu muito e o Louvre já passou por isso algumas vezes, mas nos últimos dias, após 40 anos da data do roubo, as peças foram finalmente recuperadas, vem comigo que eu te conto tudo!   O Museu do Louvre,  anunciou no último dia 3 de março a recuperação de um conjunto de armaduras feitas com ouro e prata na era renascentista, a conquista ocorre quase 40 anos após os itens terem sido roubados sob circunstâncias ainda desconhecidas.  
Segundo a imprensa, um especialista em antiguidades militares alertou a polícia francesa em janeiro, depois de ter sido chamado para dar conselhos sobre uma herança em Bordeaux, no interior da França e os itens a serem herdados eram um capacete luxuoso e uma armadura corporal, o que fez o especialista suspeitar da origem dos artefatos. A polícia, então, identificou os objetos a partir de um banco de dados de obras de arte roubadas: eles foram retirados do Louvre em 31 de maio de 1983. Acredita-se que a armadura e o capacete tenham sido feitos em Milão entre 1560 e 1580. 
Segundo a administração do Museu, as obras foram doadas em 1922 pela Baronesa Salomon de Rothschild, que pertencia a um clã de banqueiros abastados da Alemanha. 
“Eu tinha certeza de que um dia os veríamos reaparecer, porque são objetos tão singulares. Mas eu nunca poderia imaginar que funcionaria tão bem — que eles estariam na França e ainda juntos”
disse Philippe Malgouyres, chefe de obras de arte do patrimônio do Louvre  
Não foi preciso ir longe para resgatar o elmo e a armadura: eles estavam juntos, em bom estado de conservação, em posse de uma família em Bordeaux e a polícia ainda investiga como as peças foram parar no acervo da família.
“São armas de prestígio, feitas com virtuosismo, meio que o equivalente a um carro de luxo hoje. No século 16, as armas se tornaram obras de arte muito luxuosas. A armadura se tornou um ornamento que não tinha nada a ver com seu uso ”
Philippe Malgouyres, chefe de obras de arte do patrimônio do Louvre. 
Segundo o Louvre, os objetos serão apresentados no primeiro andar da ala Richelieu quando o museu for reaberto, mas ainda não há previsão de data para isso acontecer. Pois é Pessoal, as vezes imaginamos que algo é impossível, mas não, até a Monalisa já foi furtada em 21 de agosto de 1911 e, dois anos mais tarde, o quadro foi encontrado na Itália. A polícia encontrou o quadro a partir de uma informação de um comerciante de antiguidades de Florença e essa denúncia os levou até à província de Como, no norte da Itália.
Lá, o decorador Peruggia, que foi o mesmo que furtou, estava vendendo a pintura e ao ser detido, ele confessou o crime e o justificou com um motivo incomum: patriotismo, o pintor queria apenas levar de volta a seu país um dos maiores tesouros da arte italiana e, assim, vingar-se de Napoleão, que no século anterior teria confiscado a obra.  
Um engano de Peruggia, condenado a um ano e 15 dias de prisão, pois na verdade, o próprio Da Vinci vendera o retrato Mona Lisa ao rei francês Francisco 1º, em 1516, por 4 mil táleres de ouro, um valor significativo para a época. Desde então, Monalisa passou a ser bem vigiada e hoje pode ser vista no Louvre através de uma proteção especial. 
Por causa desses crimes, existe um dossiê que lista 100 mil obras de arte roubadas e só em 2020, cerca de 900 obras foram roubadas, não está fácil não!  
Segundo Jean-Luc Martinez, presidente e diretor do Louvre, o último roubo no museu mais visitado do mundo foi em 1998, antes da pandemia: 
“Uma foto de Corot (Jean-Baptiste Camille) que ainda estamos procurando.” 
Reprodução do quadro “Le Chemin de Sevres”, de Camille Corot (1796-1875),

Bom pessoal, espero que tenham gostado de saber sobre esse fato e que possam ver essa maravilhas no Louvre em breve!  

Bisous et à bientôt 😘 
Vanessa🌻 
Fontes: 
➡️https://revistagalileu.globo.com/amp/Ciencia/Arqueologia/noticia/2021/03/museu-do-louvre-recupera-itens-de-armadura-renascentista-roubados-em-1983.html 
➡️Fotos: THOMAS SAMSON/AFP/Getty Images

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s