Museu da História da Medicina em Paris 🩺🧬🔬🪡

Bonjour mês amis, ça va bien?

Hoje vou levar vocês a mais um museu fantástico ligado a medicina, também pouco conhecido, mas fabuloso, é o Museu da História da Medicina, vem comigo!

Trata-se de um lugar incrível localizado na antiga Faculdade de Medicina desde 1971.

Visitar esse museu será uma experiência única, é uma viagem no tempo que te levará ao fabuloso mundo da medicina e a evolução das técnicas ao longo dos tempos, durante o percurso você verá suas vitrines repletas de peças raras, muitas vezes de beleza surpreendente e até assustadoras, mas não menos incríveis, é a história, é a realidade que nossos ancestrais enfrentaram para que hoje possamos ter acesso a uma medicina moderna e que ainda busca evoluir, crescer e sempre visando o bem do Ser Humano.

⚫️Acervo

➡️Anatomia

➡️Aparelhos

➡️Curiosidades

➡️Desenhos

➡️Documentos

➡️Evolução

➡️História

➡️Instrumentos

➡️Medicina

➡️Ferramentas

➡️Ciências

➡️Ciências Naturais

➡️Carpintaria

⚫️Coleções Científicas e Técnicas

➡️Cirurgia de emergência

➡️Ginecologia

➡️Arte de cortadores e litotrips

➡️Instrumentos de otorrinos e oftalmologistas

➡️Instrumentos de dentista

➡️Coleção de farmacêuticos

⚫️Coleções de Arte e Biblioteca

➡️O museu é herdeiro da coleção de pinturas da antiga Faculdade de Medicina

➡️Mil gravuras e litografias,

➡️1600 autógrafos e fotografias

➡️800 bookplates de médicos e cirurgiões

⚫️Época das Coleções


➡️Rococó (século 18)

➡️Neoclassicismo (século 18 – 19)

➡️Romantismo (século 18 – 19)

➡️Realismo (século 19)

➡️Impressionismo (século 19)

➡️Simbolismo (século 19)

Desde o início do passeio sob o soberbo telhado de vidro do museu, pelas vitrines montadas em finas carpintarias, rapidamente compreendemos que na Idade Média e durante muitos anos, as prioridades da medicina não eram exatamente as mesmas de hoje.

Você verá coleções de serras e instrumentos necessários para realizar amputações, cuja precisão e eficiência têm melhorado com o tempo.

Ferimentos graves de guerra (se a amputação foi realizada por uma espada inimiga, as ferramentas permitem fazer um belo de um coto, como indica a placa abaixo do instrumento, em caso de infecções em estágio avançado sem tratamento conhecido.

Outro método obviamente muito popular entre os médicos da época, a boa e velha trepanação, muito claro o fato de fazer um furo na caixa craniana de um indivíduo consentindo.

Muitos utensílios foram criados e aperfeiçoados ao longo dos anos, mas o que chama a atenção é todo o requinte trazido para a confecção de verdadeiros kits de trepanação, as pontas brilhantes perfeitamente alinhadas em caixas forradas a veludo.

A região púbica também foi o centro das atenções, muito vulnerável a doenças e diversas patologias em nossos idosos. Os infortúnios vindos de baixo foram numerosos: infecções anais, fístulas, pedras e outras enfermidades urinárias tratadas com a ajuda de instrumentos finos e sutis, que despertam em nós uma certa compaixão, ou no meu caso, talvez pânico!

No andar de cima, ao longo da passagem acessível ao público, é uma espécie de galeria de máquinas exposta, que conta os sucessivos avanços da exploração do coração, da neurologia, da radiologia, da farmácia, entre outros.

Nas colunas centrais e entre as janelas do térreo, deparamo-nos com impressionantes manequins anatómicos, mas também com bustos de médicos, cirurgiões, anatomistas, e também com uma das “obras-primas” do museu, aos nossos olhos atraídos por tudo o que combina beleza com macabro: uma mesa pedestal desenhada por Efisio Marini, médico naturalista italiano, oferecida a Napoleão III.

É composto de “cérebro, sangue, bile, fígado, pulmões e glândulas petrificadas, sobre as quais estão um pé, quatro orelhas e vértebras decepadas.

Visitar esse museu é quase que obrigatório para todos que estão ligados a Medicina, Odontologia, Fisioterapia, Farmácia, seja por atuação, seja por admiração ou curiosidade, porquê não?

Espero que tenham gostado e não deixem de visita-lo!

Endereço: 12 Rue de l’École de Médecine, 75006 Paris

  • Duração da visita: cerca de 2 horas
  • Acesso por transporte público: Saint-Michel Notre-Dame (RER B ou C) ou Metro Maubert-Mutualité (Linha 10)

Bisous et à bientôt 😘

Vanessa 🌻

Fontes:

Explore Paris

Paris Zig Zag

https://quefaire.paris.fr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s