Tour de France 2019 🚴🏼‍♂️🇫🇷

Bonjour mês amis, ca va bien?
Esse fim de semana teve a final do lindíssimo Tour de France em Paris e Eu fui na Champs Elysée ver a chegada dos cliclistas, confesso que me emocionei, vem comigo que te conto sobre essa incrível competição.

O Tour de France, assim como a Vuelta a España e o Giro d’Italia (o chamado “Grand Tour” do ciclismo), é uma competição por etapas, ou seja, muitos estágios até que seja alcançado o resultado final.

A cada dia, os ciclistas competem em um percurso diferente, até completarem a “volta” à França.

A classificação geral do Tour é resultante dos tempos somados por cada ciclistas desde a primeira etapa – o líder nesta competição veste a cobiçada camisa amarela.
Jersey amarela

A mais famosa e mais cobiçada jersey do ciclismo mundial indica o líder da classificação geral do Tour por tempo. Ao final de cada etapa, é entregue ao ciclista mais rápido da competição até o momento, somando os tempos desde o primeiro dia (não necessariamente ao vencedor da etapa).
Jersey verde
A camisa verde é oferecida ao líder geral na classificação por pontos (computada de acordo com a posição alcançada a cada etapa). Também é possível ganhar pontos em alguns sprints intermediários em determinadas etapas. Eddy Merckx e Bernard Hinault entraram para a história do Tour ao terminar a competição vencendo tanto a classificação geral quanto a competição por pontos – Eddy também levou a competição de montanha em 1969.

Jersey de bolinhas
A jersey branca com bolinhas vermelhas indica o líder da competição de montanha no Tour de France. São oferecidas aos ciclistas que primeiro vencem as montanhas do percurso, divididas em categorias de acordo com a dificuldade da subida. A competição de montanha começou em 1933 no Tour, com a jersey de bolinhas aparecendo em 1975.

Jersey branca
A jersey branca apareceu em 1975 para premiar o ciclista mais rápido com menos de 26 anos de idade. Antes de celebrar a conquista jovem, a camisa branca era oferecida ao ciclista que tivesse a melhor “classificação combinada” entre a classificação geral, a competição por pontos e a de montanha.

A classificação por pontos resulta da colocação dos ciclistas em cada etapa.
Esse ano de 2019 foi vencedor o Colombiano Egan Bernal, o primeiro Latino a vencer o Tour e isso também me emocionou muito.
O vencedor do Tour de France arrecada um prémio de 500.000 euros, o qual na maioria das vezes divide com os colegas de equipa, o segundo classificado 200.000 euros e o terceiro 100.000.
Não posso deixar de falar do Lance Armstrong

Lance Armstrong é um ex-ciclista profissional americano, campeão de ciclismo em estrada em 1993. Ficou famoso por ter vencido o Tour de France por sete vezes consecutivas — um recorde absoluto nessa prova — entre 1999 e 2005.

Todavia, em 2012, alguns anos após encerrar sua carreira esportiva, perdeu todos os títulos obtidos depois de 1998 e foi banido do ciclismo competitivo pela União Ciclística Internacional, em razão do uso de dopagem bioquímica.
Como consequência perdeu os sete títulos do Tour de France que conquistara entre 1999 e 2005, período em que voltou a competir, após se ter curado de um cancro testicular, diagnosticado em 1996.
Em Janeiro de 2013, Lance confessou o uso de anabolizantes. Primeiro, ele se reuniu com os funcionários da fundação que ele criou (Lance Armstrong Foundation) e que luta contra o câncer. O ex-ciclista pediu desculpas pelos momentos de estresse vividos pela equipe por causa dele. Depois, Lance confessou o uso no programa Oprah Winfrey Show, que foi ao ar no dia 17 de Janeiro de 2013.

Segundo o jornal The New York Times, a confissão seria parte de uma estratégia para convencer as autoridades do esporte a autorizá-lo a voltar a participar das competições que adotam o Código Mundial Antidoping, das quais está banido para o resto da vida (Armstrong ainda deseja competir em provas de triatlo e corrida. Como vários destes eventos são regidos por organizações que seguem o código da Wada, segundo o qual ele está banido pelo resto da vida, sua participação está inviabilizada no momento).
O jornal afirma que Armstrong teria decidido revelar publicamente o esquema após um encontro com membros da Agência Antidoping Americana, incluindo o executivo chefe, Travis Tygart. Nesta conversa, Tygart teria se mostrado inclinado a rever o banimento do ciclista caso nomes de peso relacionados ao caso fossem expostos.
Bom, quando assisti ao Tour de France pela primeira vez, eu assisti porque ouvi falar do Lance, o fato dele ser um sobrevivente ao câncer e ser um excelente competidor, eu me empolgava a cada vitória dele, saber que ele usava de doping é com certeza uma decepção, mas confesso que ainda sim eu o admiro, pelo fato dele ser uma pessoa que superou o câncer e também porque criou uma Fundação em benefício das pessoas

Em dezembro de 2007 estive em Londres no Museu Madame Tussauds e fiz essas fotos.

Ao assistir ontem fiquei muito emocionada, ver os ciclistas chegando após um percurso tão longo é estimulante! Eles se superam em muitos aspectos e isso é admirável!
Eu fiz essas fotos ontem.

Vejam os vídeos

Espero este post tenha sido interessante para você e que acompanhe o Tour de France nos próximos anos!
Bisous et à bientôt 😘
Vanessa 🌻

Fontes:

https://www.marretaman.pt

https://www.google.com/amp/s/exame.abril.com.br/blog/esporte-executivo/experiencia-de-fas-continuam-revolucionando-o-tour-de-france-em-2019/amp/

https://pt.m.wikipedia.org

https://www.ativo.com/bike/tour-de-france/o-que-saber-para-acompanhar-o-tour-de-france/amp/

Um comentário sobre “Tour de France 2019 🚴🏼‍♂️🇫🇷

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s