A Coroa de Espinhos de Jesus Cristo na Notre Dame e um pouco da História de Paris por traz do Glamour ⛪ 📖

Olá Pessoal, hoje vou contar para vocês como a suposta coroa de espinhos de Jesus Cristo veio parar em Paris, mais precisamente na Catedral de Notre Dame e também vou falar um pouco da história que cerca essa cidade hoje tão glamourosa.

Vem comigo!

A história desta relíquia remonta aos evangelhos de São João, na passagem onde ele relata a coroação de Cristo. A veneração desta lembrança da Paixão de Cristo é mencionada à partir do século IV pelos peregrinos que visitavam Jerusalém.

A Coroa permaneceu na Basílica do Monte Sião, em Jerusalém, até 1053, quando foi levada para Constantinopla. Em 1238, o Imperador Balduíno II entregou-a – juntamente com a ponta da lança de Longinus [A Lança do Destino (também conhecida como Lança Sagrada ou Lança de Longino), segundo a tradição da Igreja Católica, foi a arma usada pelo centurião romano Longinus para perfurar o tórax de Jesus Cristo durante a crucificação.]- como penhor de empréstimo contraído com bancos de Veneza no valor de 135.000 libras tournois. A quantia equivalia à metade das entradas do reino francês em um ano.

São Luís assumiu a dívida, com a condição de as duas preciosas relíquia ficarem sob a guarda da casa real francesa, em uma negociação que poderia ser comparada a empréstimos atuais envolvendo o FMI e bancos multinacionais.

Assinados os acordos e apurada a autenticidade das relíquias, elas foram levadas à França por religiosos dominicanos.

São Luís carrega na procissão a Coroa de Espinhos até Notre. Dame Jules David, Paris, 1861

O próprio rei, a rainha-mãe, inúmeras autoridades da igreja e príncipes foram encontrá-los perto da cidade de Sens, na Borgonha, a 125km de Paris. No dia 10 de agosto de 1239, o santo monarca, seu irmão o príncipe Roberto I de Artois e o Arcebispo de Sens receberam a Santa Coroa, conferiram seus registros de autenticidade e entraram em cortejo na cidade de Villeneuve-l’Archevêque, na França.

Desejoso de acolher em lugar digno tão inestimáveis relíquias, o Rei santo mandou construir em Paris uma verdadeira joia da arquitetura gótica: a Sainte Chapelle (Capela Santa), uma maravilhosa igreja de vitrais, que extasia todos quantos tem a ventura de conhecê-la.

A edificação da Sainte-Chapelle custou 35.000 libras tournois, e o relicário da Coroa de Espinhos e demais relíquias da Paixão consumiram outras 135.000, devido ao ouro e às pedras preciosas empregados.

A Sainte-Chapelle foi concebida como um relicário gigante feito de cristal e pedra.

Desde 1896 ela está conservada dentro de um tubo de cristal e de ouro na Catedral de Notre Dame. A relíquia é apresentada, aos fiés, a cada primeira sexta feira do mês, às 15h, e na Sexta Feira Santa das 10h às 17h.

Voce consegue imaginar que todos os dias, milhares de turistas de todo o mundo visitam a Notre Dame e muitos deles não se dão conta de que lá está guardada a sete chaves, uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da Coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado pelos soldados romanos? Pois é isso mesmo que acontece!Muitos nem imaginam e até mesmo durante a apresentação da coroa na semana santa, catedral lotada, muitos ali nem sabiam o que estava acontecendo.

Nesse vídeo eu mostro como foi o momento em que eu vi a apresentação da suposta coroa de Jesus Cristo na Notre Dame em 2017 e também pude vivenciar a emoção de estar ali, foi muito intenso!

Em 15/04/2019 parte da Catedral Notre Dame sofreu um incêndio (motivos ainda desconhecidos) que destruiu o telhado e uma das torres, a chamada Agulha, que caiu dentro da Catedral, felizmente a Catedral sobreviveu ao incêndio e será restaurada.

A Catedral recebeu doações de grandes empresas francesas e de doadores do mundo todo, inclusive muitos doadores anônimos.

O Presidente Emanuel Macron afirmou que em 5 anos a Catedral estará restaurada, uma afirmação um pouco otimista na visão de peritos, que afirmam que serão necessários muitos anos a mais. Devido a uma grande restauração que já ocorria, muitos profetas que existiam no telhado foram retirados com antecedência e de dentro da Catedral muitas obras de arte também, com isso seu patrimônio foi salvo, inclusive as relíquias de Jesus Cristo.

Essas foram as estátuas salvas.

Imagens de dentro da Catedral

Espero que ela volte logo a ser o que era, pois ela representa muito mais do que um templo espiritual, ela é um patrimônio da histórico da humanidade, que na minha opinião está entre os 4 principais patrimônios de Paris:

➡️Torre Eiffel

➡️Arco do Triunfo

➡️Louvre e suas Pirâmides

➡️Notre Dame

Infelizmente muitos visitam Paris apenas para tirar fotos e quando chegam em casa vão ver o que visitaram pelas fotografias, eu acho isso bizarro!

Eu sou da seguinte opinião, venha para Paris, venha conhecer essa cidade linda, mas saiba aonde está indo, a história por trás de cada monumento, cada rua, pois sua viagem terá outro sentido. Voce viverá de forma muito mais intensa cada momento dessa viagem, se sentirá dentro de um livro de história, até hoje quando ando pelas ruas eu me lembro das aulas de história que tive na vida, de palavras dos professores, de livros e discussões durante as aulas, isso eu considero maravilhoso!

Paris Medieval

Paris é cenário de grandes batalhas e cruzadas, aqui viveu Napoleão Bonaparte e Maria Antonieta, aliás, ela e muitos outros foram degolados na praça da Concórdia, a cidade foi construída e reconstruída por diversas vezes.

A Torre Eiffel sobreviveu aos bombardeios de Hitler, bem como o Louvre e outros monumentos.

Falando em Louvre, todos sabem que lá tem toda a história da humanidade, fantástico isso, imperdível! Porém, muitos não sabem é que lá tem partes da grande muralha que cercou e protegeu Paris durante muitos anos, refiro-me a muralha do Rei Philippe Auguste.

A construção dessa grande muralha foi empenhada pelo rei Philippe Auguste entre os anos 1190 e 1215 para proteger a cidade durante sua ausência enquanto ele lutava na terceira cruzada.

Subterrâneo do Louvre

Hoje, muitos nem sabem dessa joia por Paris, sim, considero uma joia, pois é uma preciosa peça da história de Paris e encontrar seus fragmentos em meio a uma cidade que mudou tanto desde sua construção é como um tesouro ao ar livre.

O fotógrafo Julian Knez reuniu em ensaio uma coleção de fotografias de Paris durante a Segunda Guerra Mundial para comparar paisagens da capital francesa na época aos dias atuais. O resultado, no mínimo emocionante, mostra transformações em lugares como a Catedral de Notre-Dame, a Torre Eiffel, a Praça Bastille, Rue de Rivoli, Jardim das Tuileries, o Arco do Triunfo, entre outros.

Essas cenas mostram muito claramente a dureza pela qual Paris passou, a capacidade dos franceses em se renovar, reconstruir, dar continuidade à vida, bem como a superação pós o grande conflito que assolou não somente a França, mas toda a humanidade.

Debaixo dos pés de cada geração que passa na terra, dormem as cinzas de muitas gerações que as precederam” — A. Herculano

Espero que tenham curtido essa post e muitos outros virão!

Beijos e a bientôt

Vanessa 🌻

Fontes:

http://parissempreparis.com.br/a-coroa-de-espinhos-de-jesus-cristo-e-a-catedral-de-notre-dame/

http://on.ig.com.br/imagem/2015-05-14/fotografo-compara-paris-da-2-guerra-com-os-dias-atuais-em-ensaio-emocionante.html

Muitas fotos e vídeos são de autoria própria, porém algumas eu retirei de sites e programas de TV, grande maioria infelizmente desconheço autoria. Caso o autor reivindique os créditos eu altero imediatamente.

8 comentários sobre “A Coroa de Espinhos de Jesus Cristo na Notre Dame e um pouco da História de Paris por traz do Glamour ⛪ 📖

  1. Pingback: O “BUNKER” DA GARE DE l’EST 🛣 – Blog da Vanessa Geraldeli 🌻

  2. Sílvio

    Paris não foi bombardeada. O então presidente da França e de Vichy, fez parte da aliança com Hitler. As tropas nazistas foram para Paris, ocuparam por 3 anos, mas como aliados. Não houve guerra nenhuma em Paris. Hitler visitou Paris, tirou fotos, amou a Ópera, Notre Dame e o Arco do Triunfo, quis refazer Berlim igual a Paris. Existem vários documentos dizendo isso.

    Curtir

    1. Olá Silvio,
      Em 3 de junho de 1940, as forças aéreas alemães bombardearam Paris, matando 254 pessoas, a maioria delas civis. …
      O bombardeio alcançou seu objetivo, criando um clima de terror no país – o ministro do interior francês só conseguiu evitar que oficiais do governo abandonassem Paris ao ameaçá-los com penas severas.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s